É sabido que dormir bem é relaxante, faz muito bem à saúde. Em contrapartida, noites maldormidas podem afetar muito negativamente a vida das pessoas. Estudos sérios apontam que mais de quarenta por cento da população brasileira apresenta algum distúrbio ligado ao sono. Uma noite maldormida pode estar relacionada, além de fatores otorrinolaringológicos ou odontológicos, à alimentação inadequada, uso de drogas lícitas ou ilícitas, problemas de ordem psicossocial, doenças orgânicas, maus hábitos, falta de rotina, sobrecarga de funções, dentre outros.

Como entender a relação entre a má-oclusão dentária, as disfunções articulares temporomandibulares e os distúrbios do sono. Podemos afirmar com base em recentes estudos, que a oclusão dentária influencia a posição da mandíbula em razão da função mastigatória ser exercida de um só lado da arcada. Em razão da necessidade de um melhor encaixe dos dentes e do conforto articular, podemos afirmar que a má-oclusão está diretamente envolvida com disfunções articulares temporomandibulares (DTMs) e com distúrbios do sono.

Oclusão é a justaposição das arcadas dentárias. Por melhor definir, é o contato e o encaixe dos dentes superiores e inferiores. Qualquer alteração nesse mecanismo funcional, ou seja, mordida protegida, máxima intercuspidação, que se traduz em maior contato da superfície oclusal dos dentes antagonistas, fora do padrão funcional, pode trazer danos aos dentes, ocasionando contatos prematuros e fraturas, retrações gengivais, reabsorção óssea , dores musculares, rompimento e estiramento dos ligamentos e alterações nas estruturas articulares; sobretudo diante de um hábito parafuncional, tal como o bruxismo, o hábito de apertar ou ranger os dentes.

disturbio-do-sono

As articulações temporomandibulares realizam movimentos complexos e são relacionadas às funções de mastigação, deglutição, fonação e postura.

Então, falo de uma odontologia que não se limita tão somente aos dentes. Um exemplo muito claro da influência da oclusão dentária na origem das DTMs e numa baixa qualidade de sono é a verticalização dos incisivos. Essa condição leva a uma retrusão mandibular que, por sua vez, produz uma compressão da parede posterior da cavidade articular do osso temporal, uma região altamente inervada e vascularizada, acionando e sensibilizando a via da dor. Além disso, a retrusão mandibular é uma das principais causas do ronco e da apnéia obstrutiva do sono. Em função dessas informações, afirmo, com toda a certeza, que o tratamento das DTMs e dos distúrbios do sono é atividade multidisciplinar, no qual o ortodontista desempenha toda a sua importância. Mas, para isso, são necessários conhecimentos e dedicação. A odontologia atual não está preocupada somente com a estética, mas com a função do sistema estomatognático e a qualidade de vida de um ser humano, física e emocional.

Rua Dr. Thibau nº 80 sala 807 – Centro Empresarial Vianense, centro da Cidade de Nova Iguaçu.
Consultas pelo telefone, ligando para: (21) 26672295
Dr. Jurandir Lima Filho Email: reabilitandoavida@gmail.com