Prezados leitores, associados, parceiros e amigos da AMNI, mais um mês se passou e chegamos à Edição de setembro de 2021. E assim o ano já está quase acabando…

O mundo não para e não pode parar.

E esta pandemia veio para bagunçar as nossas vidas, hábitos e mudar a maneira de como vemos tudo.

Então vamos lá…

Para as pessoas serem prósperas precisam primeiramente ter o básico: moradia, alimentação, mobilidade, segurança, saúde e educação.

E para que isto ocorra, um país deve proporcionar a todos o acesso a estes serviços básicos.

ENTÃO, O QUE É UMA NAÇÃO PRÓSPERA?

Para que tenhamos uma nação próspera, um Estado, povo ou país só é e será verdadeiramente próspero quando todos conseguirem trabalhar e usufruir da renda coletiva gerada, visando à sustentabilidade de suas vidas.

Todavia, para que uma nação gere riqueza é fundamental que o nosso povo seja educado (no sentido de formação). É extremamente fundamental que: educação, economia e trabalho estejam sempre no horizonte dos nossos governantes e que isto seja uma meta a ser perseguida por todos.

Não há nenhuma outra forma para que um Estado se torne avançado que não seja investindo em educação.

MAS COMO O INVESTIMENTO EM EDUCAÇÃO SE TRADUZ EM PROSPERIDADE NA PRÁTICA?

Simples e ao mesmo tempo natural, já que todos os anos recebemos um enorme contingente de alunos que adentram à educação formal em nosso país, e assim temos a oportunidade de ouro de preparar e lapidar as mais brilhantes mentes, visando a um futuro próspero para toda a nação.

Serão logo trabalhadores em potencial, que estarão em um tempo próximo produzindo, contribuindo e participando de uma enorme cadeia produtiva: indústrias, comércios, serviços.

E é esta preparação e qualificação para o mundo do trabalho que vai levar ao verdadeiro caminho da prosperidade de uma nação.

Enquanto os nossos homens públicos e você não entenderem a importância da educação e do voto, seremos regidos por um bando de pessoas não qualificadas e despreparadas para transformar a nossa nação em próspera.

Infelizmente, a maioria daqueles que nos dirigem hoje, esquerda ou direita (sem exceção), em todas as esferas, somente sabe usar a máquina pública em benefício próprio….

Como poderemos nos transformar em uma nação próspera da maneira que somos governados???

Vivemos um grande momento coronelista…. e todos estes coronéis comandam seus latifúndios com as suas próprias regras, sendo eles os únicos beneficiários dentro da sua área de ação, mantendo a mão de obra escrava e submissa.

Pensem, hoje não temos direito a quase nada.

Temos que aceitar o aumento dos impostos…

Nossos sistemas de saúde e educação estão falidos….

Chegamos a 14,8 milhões de desempregados no Brasil e nosso País tem recorde de extrema pobreza com 14,5 milhões de famílias na miséria (Fonte: CadÚnico: “Cadastro Único do governo deral”).

Família em extrema pobreza é aquela com renda per capita de até R$ 89 mensais, de acordo com o governo federal.

Em regra, são pessoas que vivem nas ruas ou em barracos de favelas.

E há ainda 2,8 milhões de famílias vivendo em estado de pobreza (com renda entre R$ 90 e 178 per capita mensais).

Então “HOMENS PÚBLICOS”! Vocês foram escolhidos e eleitos pelo voto desta nação, ou seja, deste povo. Somos responsáveis por seus salários e quem manda em vocês é o povo. Temos o poder de contratá-los (elegê-los) e de demiti-los (não os elegendo ou através de impeachment). A sua função é servir ao povo desta nação, e não em benefício próprio.

Está na hora de vocês nos respeitarem e de fazer cumprir de verdade a função para a qual foram eleitos.

PAREM DE MALVERSAR OS RECURSOS PÚBLICOS E DE TRATAR TÃO MAL O NOSSO POVO TÃO SOFRIDO.

CHEGA DE CORRUPÇÃO!!!

E que Deus nos ilumine e nos proteja!!!

E voltando a nossa Casa AMNI! Falta muito pouco para sair o nosso Ciclo de Gestão. Logo, sairão boas notícias nas redes sociais, no nosso site e em nossa lista de transmissão.

O nosso projeto social sofreu vários reajustes e deve ser apresentado na próxima edição, que é a do mês de aniversário de nossa Casa. Temos que levar em conta que os tempos continuam muito difíceis e devemos nos auxiliar mutuamente.

E, mais uma vez, temos que agradecer de coração aos nossos colunistas e a todos aqueles que dão vida a nossa revista, que é feita com muito carinho para todos vocês, especialmente em todo este período da Pandemia. Agradecemos também aos nossos queridos leitores, pois sem vocês a nossa revista não teria finalidade.

Ajudem-nos a cumprir a nossa NOBRE MISSÃO! Façam parte do nosso projeto de trabalho e de vida. PENSEM SEMPRE POSITIVO, IMAGINEM SEMPRE O MELHOR PARA TODOS!

Agora, curta e leia todas as colunas e matérias, pois elas são elaboradas pensando em você e no bem de todos nós.

Críticas, elogios, dúvidas, matérias e mensagens para nossos colunistas – Enviar para: marco.assomedni@gmail.com

Não esqueça, acesse e curta a nossa página no Facebook: “Associação Médica de Nova Iguaçu”.

Viva a AMNI!!

E, JUNTOS, se Deus quiser, superaremos a pandemia e todas as dificuldades decorrentes.

AMNI
ADMINISTRAÇÃO
Triênio 2020/2023
“A CASA DO MÉDICO PARA O MÉDICO.”