ACUMPUNTURA – LASER – INFRAVERMELHO PARA TRATAMENTO DA DTM

ACUMPUNTURA – LASER – INFRAVERMELHO PARA TRATAMENTO DA DTM

A Disfunção Temporomandibular é um comum termo coletivo que envolve um grande número de problemas clínicos que afetam os músculos mastigatórios, a articulação temporomandibular (ATM) e estruturas associadas. Dentre os principais sinais e sintomas, incluem-se dores nos músculos da mastigação ou na ATM, ruídos articulares, limitação de abertura, retração gengival, oclusão inadequada, distúrbios auditivos, cefaleias, sensibilidade em toda a musculatura do sistema estomatognático e cervical.

A ATM constitui a única articulação dupla bilateral, liga-se à base craniana, constituindo a parte terminal do osso mandibular, e está intimamente relacionada com a base do crânio, através da cabeça do côndilo, e ao osso temporal.

Clinicamente, realiza-se o exame apalpando a área, ao mesmo tempo, nos dois lados, logo à frente ao tragus no pavilhão auricular no deslocamento de abertura ou fechamento da boca.

Os sinais e sintomas determinantes para o tratamento ocorrem em consequência à disfunção (DTM) e geram uma cefaleia crônica, ou seja, a enxaqueca clássica e comum.

Geralmente são percebidas unilateralmente:

  • Dor na musculatura da face, dificultando a mastigação de alimentos com mais fibras.
  • Dor cervical e nos ombros, gerando pontos-gatilhos na musculatura ao redor das escápulas com dor aguda na palpação.
  • Luxação e subluxação mandibular, limitando a abertura da boca e gerando um Trismo Mandibular.
  • Alterações posturais e nos movimentos de rotação do côndilo na glenoide e desoclusão em lateralidade.
  • Otalgia, vertigem e zumbido.

 

No entanto, o laser vem interagindo no alívio para que o deslocamento anteroposterior da mandíbula seja sem dor ou tensão, geradas por apertamento e bruxismo.

Na artropatia temporomandibular, vem apresentando uma evolução na recuperação dos deslocamentos com mínima dor e acreditamos que, também, acelere a recuperação e remodelação dos tecidos.

 INDICADO PARA:

– Dor física aguda e crônica, artrite, reumatismo, osteoporose, ciática, anquilosante, enxaqueca, lesões esportivas, dores nas articulações, dor nas costas, fibromialgia – é uma fusão da biotecnologia moderna, sem perfurar a pele para fazer a acupuntura, uma operação simples e eficaz, sem efeitos colaterais.

A radiação laser de baixa potência tem sido cada vez mais empregada nas condutas de reabilitação dos DTM. Esta tem sido empregada como um agente biomodulador capaz de promover efeitos analgésicos e anti-inflamatórios por meio de induções de respostas celulares e sistêmicas. O sucesso do tratamento de patologias com o laser na região maxilo-facial tem sido demonstrado, e seu uso ocorre em razão dos efeitos analgésicos explicados pelo aumento dos níveis de beta-endorfinas, aumento do limiar de descarga de dor, diminuição de bradicinina e liberação de histamina, aumento do fluxo linfático, diminuição do edema e substâncias álgicas, aumento do fornecimento do sangue, redução do tempo de inflamação e promoção do relaxamento muscular.

Usamos também para aliviar dores através do bloqueio de sinais de dor e como uso estético para o estímulo de músculos faciais e corporais a fim de enrijecer e tonificar a pele.

O laser proporciona um aumento na pequena circulação sanguínea local, na síntese de colágeno, na circulação linfática e na proliferação de células epiteliais e fibroblastos. Desta forma, sua aplicação tem ação anti-inflamatória, analgésica e trófica regenerativa.

OUTROS EFEITOS DO LASER SÃO:

  • Aumento da permeabilidade das membranas celulares
  • Promoção do tecido de granulação
  • Aumento dos níveis de prostaglandinas

Pelas suas propriedades terapêuticas, a laserterapia pode ser utilizada pela fisioterapia, estética e dermatologia. Suas indicações clínicas incluem:

  • Cicatrização de feridas cirúrgicas, traumáticas ou vasculares
  • Processos degenerativos e inflamatórios
  • Controle do envelhecimento cutâneo e rugas
  • Tratamento de condições artríticas
  • Recanalização de vasos linfáticos
  • Dissolução de gorduras
  • Tratamento de edemas periarticulares
  • Tratamento de acne
  • Tratamento de alopecia
  • Tratamento de lesões nervosas periféricas

Nas artropatias de origem infecciosa o tratamento tem apresentado uma melhora a cada seção de aplicação do laser com infravermelho.

  1. Infecciosa, significa que a pessoa desenvolveu um mau funcionamento articular devido a uma infecção, por exemplo, de ouvido, que provocou danos nos componentes da ATM.
  2. Traumática (microtrauma de repetição) por mau funcionamento articular dentário oclusal; lesões na estrutura da ATM provocada por um traumatismo direto (pancadas na mandíbula); ou indireto (deslocamentos bruscos da mandíbula como ocorre em acidentes de carro).

Portanto, para tratar uma disfunção da ATM é preciso pensar primeiro em identificar a causa responsável pela disfunção e estabilizar a função, devolvendo tônus muscular de repouso. De nada adianta tentar tratar uma artropatia infecciosa apenas com placas miorrelaxadoras, uma neoplásica com fisioterapia e exercícios, ou uma DTM com infiltrações, porque não haverá resultado satisfatório. Para cada diagnóstico existe uma forma apropriada de abordagem e tratamento.

Rua Dr. Thibau nº 80 sala 807 Centro Empresarial Vianense, centro da Cidade de Nova Iguaçu.
Consultas pelo telefone, ligando para: (21) 26672295. (21) 964965303.
Karine Cassano e Jurandir Lima Filho – CIR. DENTISTAS– REABILITAÇÃO JK- IMPLANTODONTISTAS­­­-