Dentes desgastados por abrasõa e bruxismo

Dentes desgastados por abrasõa e bruxismo

As reabilitações reconstrutivas, com propósito em recuperar as estruturas dentárias desgastadas, requerem um planejamento completo para as duas arcadas. Como promover rejuvenescimento facial, natural e funcional, sem reconstruir as estruturas perdidas? Vivemos uma realidade de países de primeiro mundo quando pensamos em cirurgia plástica e o Brasil está no topo dos países que realizam um grande número de cirurgias estéticas. Pode-se afirmar que a reabilitação reconstrutiva é uma realidade para a eficácia e sucesso do trabalho.

Reabilitação dentária das arcadas

Reabilitação dentária das arcadas

Quando as pessoas apresentam desgastes dentários, perdendo a altura e as características anatômicas de seus dentes, começam a apresentar problemas oclusais, apertamento e bruxismo, bem como, alteram o eixo rotacional de seus côndilos levando à fadiga das estruturas articulares. Os músculos faciais começam a perder rigidez e tonicidade, causando o afrouxamento da pele, levando ao surgimento de rugas e os sulcos e as linhas de expressão facial ficam bem definidos, marcando a face, nas laterais dos olhos (pés de galinha); os lábios sofrem com a perda de contorno e ficam repousados internamente na boca; e abaixo do queixo ocorre o surgimento de um volume que muito interfere na estética, deixando o rosto arredondado (papo).

Quando recuperamos as estruturas dentárias desgastadas e eliminamos hábitos parafuncionais oclusais da mastigação, como nos casos de mastigação em lateralidade, e reconstruímos os planos oclusais, ou seja, restabelecendo a relação anatômica dos dentes, o fisiologismo funcional dos maxilares, torna-se possível recuperar a simetria facial, promovendo rejuvenescimento suave e devolvendo uma estética satisfatória.

A Curva de Spee é uma linha curva no sentido ântero-posterior que tangencia as pontas de cúspides vestibulares dos dentes posteriores e as bordas incisais dos incisivos.

Conclusão: A proposta é oferecer ao paciente o melhor resultado e um tratamento duradouro. Assim o planejamento reverso é interagir o tratamento odontológico de reabilitação dentário (orofacial) e, finalizar o caso, com os procedimentos da cirurgia plástica e cosmética, com naturalidade, devolvendo o alinhamento e simetria das estruturas anatômicas da face e longevidade do resultado do tratamento.