Me escondo?

Paro de anunciar porque não estou vendendo?

Mando embora parte dos funcionários e diminuo o horário de funcionamento do meu estabelecimento para economizar?

Sou dono de loja ou Empresário?

O QUE FAZER?

Em primeiro lugar, fique calmo e reflita.

O correto em uma situação como esta é pesquisar o que está ocorrendo no mercado, na concorrência e realmente ouvir os clientes a fim de entender como eles nos enxergam.

É uma tarefa difícil, dolorida e trabalhosa.

Pois temos algumas vertentes a avaliar, a primeira realmente pode ser o mercado, que está frio e inseguro; e a outra pode ser a minha empresa, antiga, sem promoções,
funcionários sem treinamento e sem nenhum tipo de divulgação.

Como posso querer ser lembrado se não faço nada para aparecer.

Quem não é visto, não é lembrado.

Tenho que planejar, tenho que anunciar, tenho que treinar, tenho que criar promoções, tenho que ter alternativas, tenho que mostrar que estou vivo e estou aqui para surpreender.

Tenho que agregar valor a minha empresa e para o meu cliente.

Tenho que estimulá-lo. Tenho que mostrar-lhe que tenho várias formas de facilitar a aquisição de nossos produtos ou serviços.

Aqui, olha! Estou vivo e com muitas promoções para satisfazer a você e tê-lo fiel a minha empresa.

Mas para que isto aconteça, tenho que me reinventar.

Não podemos ficar na zona de conforto, esperando o cliente cair do céu para nos visitar.

Temos que achá-lo e conquistá-lo. Temos crise sim, mas temos que encará-la de maneira inteligente e astuciosa.

O sucesso somente premia aqueles que não tenham medo de reaprender e reconquistar o mercado. Psicologicamente, aquele que tenta, que não pára, já está à frente dos outros.

O sucesso vem para quem trabalha e é proativo: “Comportamento relacionado ao ato de evitar ou resolver um problema antes mesmo que ele aconteça.”

Vamos parar de reclamar e virar este quadro com sabedoria e garra.

Merece o sucesso quem luta por ele!

Mercado não se compra.

Mercado se conquista.

marco-antonio