São lesões pseudotumorais que acometem com frequência crianças e adolescentes. Quando encontradas em adultos, provavelmente são processos iniciados na infância e que permaneceram latentes por anos. O cisto ósseo simples ou unicameral, assim chamado por ser uma cavidade única, contém líquido amarelado enquanto o cisto ósseo aneurismático possui trabéculas em seu interior e é preenchido por sangue. De caráter benigno, suas causas permanecem desconhecidas. São assintomáticos, sendo achados acidentais nas imagens radiográficas ou descobertos após um trauma no local, o que gera uma fratura patológica, ou seja, ocorre um enfraquecimento no osso pela existência do cisto que gera a fratura e não pelo trauma. As localizações mais comuns são: fêmur, úmero e tíbia, mas todos os outros ossos podem ser envolvidos.

CISTO-ÓSSEO1Esses cistos se diferenciam pelo exame de imagem ou ainda, em alguns casos, pela biópsia óssea. A suspeita ocorre após a radiografia simples e outros exames complementares se fazem necessários em uma investigação mais detalhada, tais como: tomografia computadorizada e ressonância magnética. O diagnóstico definitivo se dá através da biópsia óssea e exame histopatológico.

O tratamento varia de acordo com a localização, o tamanho e o tipo do cisto e a idade do paciente. Alguns cistos possuem conduta expectante e podem evoluir para cura espontânea. O tratamento cirúrgico tem como opções a curetagem da cavidade com enxertia óssea ou ainda descompressão do cisto, com aspiração percutânea e injeção de corticoide associado ou não à calcitonina, o que provoca uma reação no cisto, fechando-o. Podem ser necessárias várias infiltrações percutâneas. Cistos em área de carga, como no fêmur proximal, quando muito extensos, necessitam abordagem cirúrgica e fixação com material adequado para cada paciente.

O prognóstico da lesão é excelente, principalmente quando diagnosticada precocemente. Pode ocorrer recidiva local, entretanto, raros casos de malignização foram descritos na literatura, podendo ocorrer em cistos ósseos aneurismáticos.