Os sintomas começam a ser percebidos depois de longos períodos de apertamento dos dentes. Geralmente, em pouco tempo os sintomas elencados no quadro abaixo viram um tormento para os pacientes. Todas as tensões e estresse da vida moderna têm causado uma grande preocupação em pacientes, e os que perderam a relação oclusão protegida, pelos dentes posteriores, são os que desenvolvem esses problemas com maior freqüência.

brixismoDiagnosticar estes problemas dentários ou as parafunções no início não tem sido muito fácil para os pacientes junto a seus médicos, pois, no seu relato, os pacientes deixam de informar as manifestações parafuncionais dentárias; tão somente, relatam as dores como sendo sua queixa principal e não as correlacionam com a sua deficiência funcional dentária.

Podemos sim, afirmar que o bruxismo é multifatorial e que, somado ao estresse dos dias atuais e associado às intercorrências dentárias, vem provocando sérias alterações no comportamento do indivíduo sem que ele perceba: a perda de qualidade de vida, bem como, refletindo na coluna cervical, pescoço e desarmonia na estética da face.

Com a perda da eficácia mastigatória de um dos hemiarcos e obrigando ao paciente a mastigar de um só lado, mastigação unilateral, vem provocando diversas alterações na articulação temporomandibular.

Assim, a mastigação sendo realizada de um só lado das arcadas desencadeia uma série de intercorrências ruinosas. Além de todo o grupo de dentes envolvidos na mecânica de maceração, os dentes sofrem com desgastes de suas estruturas, ocorrendo uma sobrecarga daquele lado nos ligamentos dentários, fraturas nos dentes, abfração do esmalte na cervical dos dentes e retração gengival. Já no lado oposto, instalam-se as disfunções da articulação

temporomandibular e o surgimento de contatos prematuros na oclusal dos dentes. Quando identificamos os primeiros sintomas de apertamento, intervimos evitando os efeitos ruinosos, com a reconstrução das estruturas perdidas. Caso isso não ocorra, os reflexos ruinosos não demoram a aparecer.

Importante: Exacerbados os primeiros sinais, o paciente passa a relatar dor aguda, severa fadiga muscular, estalos articulares e pontos-gatilho nas costas o paciente precisa de atendimento de urgência.